(11) 2579-1172 / 5084 0853  |  contato@yogamarciaamaral.com

SAÚDE E BEM ESTAR

Os santos e sábios da Índia já dizem há muitos séculos que a paz e a tranquilidade vêm de dentro para fora e não de fora para dentro. Todos deveriam gozar da possibilidade de penetrar até o subconsciente para que a personalidade interior de cada um pudesse ser atingida, ser tratada e, sobretudo, ser transformada numa personalidade saudável. Yoga Nidra oferece essa grande possibilidade.

A psicologia moderna e a filosofia hindu enumeram os três tipos de tensões responsáveis por todas as aflições da vida moderna. A primeira é a tensão física ou muscular. A segunda é a mental ou psíquica. A terceira é a tensão emocional. Esses três tipos de tensão originam doenças, inibições, complexos, ansiedades e toda uma gama de sofrimentos.

A maioria das pessoas diz ou pensa que estão relaxados a maior parte do tempo. Para alguns poucos, isso é verdade, porém testes científicos provam definitivamente que quase todas as pessoas estão sempre tensas, embora nem percebam o fato. Nós mesmos podemos confirmar isso através de observação: quem não conhece gente que tem o cacoete de roer unhas, botar o dedo no nariz, coçar a cabeça, ou ficar alisando o queixo? Outros fumam um cigarro atrás do outro, falam interruptamente sem dizer nada, não param quietos ou estão sempre prontos a irritar-se. Todos agem assim sem notar, e nós também podemos perfeitamente não ter a menor consciência de nosso estado de tensão: pensamos às vezes que somos felizes e descontraídos, mas basta um exame mais detalhado de nós mesmos e de nosso comportamento geral para chegar à conclusão oposta.

Relaxar parece facílimo: basta deitar-se numa posição confortável, fechar os olhos e adormecer. Também um cigarro, um drinque, um bom filme, um romance ou um programa de televisão podem funcionar. Ou quem sabe ir até o clube, ou conseguir uma receita de tranquilizantes, ou tomar umas férias pode ser bom? Tudo isso produz apenas um alívio temporário, passageiro, das tensões existentes. Mesmo quando as pessoas estão dormindo, a cabeça continua funcionando, tentando resolver problemas; então acordam cansadas, exaustas do mesmo modo. No século da ciência, ninguém sabe nada a respeito de relaxamento.